sábado, 4 de fevereiro de 2012

Amor e vento

 O amor é como o vento. Às vezes vem como uma brisa suave, nos acalma e conforta. Às vezes como um furacão, que te destroe, desequilibra e te derruba. Ambos não são vistos, mas há uma plena certeza da existência e poder que os dois possuem.